domingo, 18 de abril de 2010

O que é feeling?

Ainda não inventaram um medidor de feeling, portanto é algo absolutamente relativo. Variando de cada pessoa e o que a toca ao ouvir uma música. Ou seja, é uma questão de sensibilidade.

Feeling pra mim é isso:



Falta de feeling pra mim é isso:



A música aqui deixou de ser expressão. Não há sensibilidade. O guitarrista (Michael Angelo Batio), empunhando uma aberração de quatro braços é apenas um exibicionista e não acrescenta nada com suas dezenas de palhetadas por segundo. Não existe melodia, não existe nexo. Apenas velocidade e coordenação motora não bastam pra um músico. É preciso de algo que o faça ser insubstituível por um robô. Robôs conseguem ser rápidos, mas não podem ser geniais e ter feeling.

2 comentários:

Rafael_Senra disse...

Li e adorei seus textos comparando Kubrick e Pink FLoyd, além de um que vc compara as duas versões de Close to the Edge... como fã de progressivo, gostei tanto da idéia quanto da qualidade da escrita.

Mas me vi impelido a comentar sobre esse texto do feeling, não só por ficar sempre puto com esses pseudo-músicos circenses - que confundem melodia e malabarismo - mas também porque voce usou ótimos exemplos! Essa música do Flower Kings é linda, simples, acessível... na década de 70, ela seria tb radiofônica. Já esse guitarrista-polvo aí parece ter saído daquele show de horrores que aparece no inicio do "Homem Elefante" de Lynch...

Parabens pelo ótimo blog, xará! Abração!

Rafael Vilela disse...

Show do Horrores do Homem ELefante foi ótima hehehe.
Obrigado xará!